Porque não preciso de Leite para ter Cálcio

Começo por dizer… Leite não é sinónimo de Cálcio.

Eu compreendo! Nascemos na época em que leite era o super alimento rico em vitaminas e cálcio… Supostamente essencial para um crescimento saudável.

Mas os tempo evoluem, algumas coisas para pior outras para melhor. Mas o que é mesmo importante é que temos toda a informação à distância de um click.

Ora começamos pelo básico… O leite das vacas é bom para os bezerros, senão não era leite de vaca. Ora imaginem uma vaca bater-vos à porta e pedir um copo de leite materno para dar ao Bezerro dela. Conseguem imaginar?

Antigamente as vacas eram tratadas com respeito, tinham um pasto enorme e verdejante. Hoje em dia a indústria dos lacticínios é fora de série. As vacas são injectadas com hormonas, antibióticos e uma quantidade de outras coisas mais…

Não consumimos lácteos, já todos sabem, por questões de saúde. Depois de muita pesquisa, uma opção para o futuro. Sonhamos com a cura, mas lacticínios, não obrigado!

Mas vamos por partes, vamos fazer um tour e analisar o que é o cálcio, para que serve, onde encontramos, como o absorvemos…

O que é?

É um elemento químico,  com o símbolo químico Ca, tem número atómico 20 (20 protões e 20 electrões) e massa atómica 40. É um metal da família dos alcalino-terrosos, pertence ao grupo 2 da classificação da tabela periódica dos elementos químicos.

É o metal mais abundante no corpo humano, encontra-se sob a forma de carbonato de cálcio. Há aproximadamente 1200g de cálcio no corpo de um adulto, sendo que 1110g estão nos tecidos ósseos. Os 90 gramas restantes são utilizados para diversas funções, como: actividades das membranas celulares, contracções musculares, impulsos nervosos, controlo de acidez do sangue, divisão celular, controlo hormonal e na coagulação sanguínea.

Para que serve?

O cálcio no organismo está distribuído entre os ossos, dentes e sangue. É importante no para o metabolismo de todas as células do corpo, como contracção muscular dos membros ou do coração, na transmissão de impulsos nervosos entre o cérebro e o resto do corpo e até no equilíbrio do ph do sangue.

Como se absorve?

Para que a absorção seja eficiente é muito importante que seja ingerido  sem alimentos que contenham cafeína ou ferro, porque estes nutrientes impedem a fixação do cálcio nos ossos.O ácido oxálico, Também impede a  capacidade do organismo de absorver cálcio. O ácido está presente na beterraba, no espinafre e na acelga. Portanto, evite combinar numa mesma refeição esses vegetais com fontes de cálcio.

É essencial, para a absorção do cálcio, a presença da Vitamina D, que estimula o intestino a absorver o cálcio ingerido. Quando a pele é exposta ao sol a luz ultravioleta converte o ergosterol, precursor da vit.D nos vegetais, e o calciferol, precursor da vit.D nos animais, em vitamina D, que permite a absorção e cálcio pelo organismo.

A absorção do cálcio é muito importante para garantir que o cálcio ingerido na alimentação é de facto utilizado na prevenção e tratamento da osteoporose, garantir a constituição dos ossos e contracção muscular e sua presença em todas as funções em que é preciso.

Qual a quantidade necessária de Cálcio por faixa etária?

A recomendação de cálcio por dia varia de acordo com a idade. A infância é uma fase da vida em que o cálcio é importante para formar ossos fortes e firmes e crescerem mais longos e largos, além de ajudar os dentes a desenvolverem-se de forma apropriada.

calcio_diario

Quais os alimentos ricos em Cálcio?

alimentos-ricos-em-calcio

Os principais alimentos fontes de cálcio são por cada 100g:

  • alga hijiki 1400 mg de cálcio;
  • gergelim (tahine ou leite de gergelim): 975 mg de cálcio;
  • semente de Chia: 616 mg de cálcio;
  • salsa 203 mg de cálcio;
  • grão de bico 150 mg de cálcio;

1236176_659862334033061_1698229926_n.jpg

Sintomas da Falta de Cálcio

Os sintomas mais evidentes a longo prazo são principalmente fraqueza dos ossos, que dão origem à osteoporose. Além disso, a falta de cálcio provoca também:

  • Dor na coluna
  • Depressão
  • Irritabilidade
  • Nervosismo
  • Ansiedade
  • Cólicas menstruais
  • Unhas fracas e pálidas
  • Cáries
  • Artrite

Excesso de Cálcio no Organismo

Quantidades excessivas de cálcio no organismo podem originar pedras nos rins: esse tipo de formação é mais comum por ingestão de cálcio de origem mineral e também por alguns suplementos alimentares (a ingestão suficiente de água ajuda evitar a formação de pedras nos rins). O consumo excessivo também pode reduzir aquantidades de outros minerais, como o magnésio. O excesso de cálcio também pode causar problemas de memória, depressão, irritabilidade e fraqueza muscular.

Portanto!

Podemos concluir que beber leite é mais um acto incutido pela sociedade do que essencial! Fomos educados assim, dá jeito para o pequeno almoço e o lanche. Mas há muitas outras soluções. Existem uma mão cheia de bebidas vegetais saborosas.

A parte mais positiva de sair da nossa zona de conforto é descobrir as inúmeras possibilidades que um novo alimento tem. Por isso:

Não! Não preciso de lacticínios para adquirir cálcio!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s